Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Mais sobre mim

foto do autor


calendário

Março 2012

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031


Pesquisar

 


Mente humana precisa ser reeducada para o sucesso

Segunda-feira, 19.03.12

Por Vanessa Rtizel* | INCorporativa

A mente humana está o tempo todo procurando formas de economizar energia e uma das principais maneiras é transformar a rotina em hábito. Os hábitos permitem que a mente opere de forma automática, num modo menos acelerado, e que exige menos energia. Por conta disso, as pessoas costumam agir sempre da mesma maneira e erroneamente, esperam soluções diferentes. 

Para ensinar a selecionar os hábitos ruins dos bons, a especialista em potencial humano, Vanessa Rtizel, pesquisadora e terapeuta há mais de 10 anos, explica que para resolver algum tipo de problema o primeiro passo é diagnosticar como funciona a mente humana, aprender onde estão os hábitos ruins e só depois, mudá-los.

Lidar com as emoções é bem mais simples do que se imagina, tudo que o ser humano sente são reações da interação com a realidade e uma programação universal da mente humana. “Quando um hábito está em ação, a mente para de participar de decisões e fica no modo automático. Este hábito vai permanecer a menos que seja adotada uma nova rotina que com o tempo se transformará em um novo hábito.” – resume a especialista.

Todos os hábitos possuem estruturas que são divididas em três elementos: Estímulo, rotina e recompensa. A principal regra é manter o estímulo e a recompensa, alterando apenas a rotina. Para isso, Vanessa ensina como identificar estrutura de qualquer hábito, através de quatro passos:

- Identificar a rotina: aquele comportamento que a pessoa deseja modificar;

- Descobrir a recompensa: aquilo que fez a pessoa adotar determinada rotina;

- Determinar o estímulo: através de um questionário adotado por psicólogos para lidar com testemunhas de crimes e análises funcionais é possível conhecer o gatilho que desencadeia o hábito;

- Aplicar um plano para modificar o hábito.

Exemplo: Uma pessoa que tem o hábito de viver a vida do seu parceiro e esquecer-se de si mesma.

- Estímulo: estado emocional de carência.

- Rotina: Fazer tudo o que o parceiro deseja.

- Recompensa: Se sentir segura e amada.

Como mudar esse hábito? Mantendo o estímulo e a recompensa. Ou seja, toda vez que a pessoa se sentir carente ela deve adotar uma nova rotina que a deixe segura e amada, como sair com os amigos, família, dedicar um tempo para investir em si mesma, etc. Com o tempo toda vez que ela se sentir carente e passar a praticar as novas rotinas, este hábito de viver a vida do parceiro será alterado e o novo hábito será programado na mente.

Através deste método, Vanessa Rtizel consegue entender as emoções predominantes e apontar quais são os hábitos negativos e os positivos, auxiliando que as pessoas conquistem uma nova maneira de interagir com o mundo. “Todas as pessoas bem sucedidas possuem hábitos similares, isso é comprovado por inúmeras pesquisas e tenho certeza que chegou à hora de ajudar as pessoas a se tornarem melhores em todos os aspectos da vida: sentimental, profissional e financeiro” – garante Vanessa Rtizel.

A especialista conclui que ao analisar uma série de equações das emoções é possível entender como surge cada emoção e os pontos chaves que precisam ser trabalhados, bem como os hábitos que devem ser eliminados ou reforçados.

*Sobre a autora: Vanessa Rtizel - Especialista em potencial humano, pesquisadora e terapeuta há mais de 10 anos, Vanessa Rtizel é também modelo internacional há mais de 16 anos, o que contribuiu para conhecer e estudar diferentes culturas, já que morou em diversos países como Argentina, Chile, Londres, México e Peru. Vanessa ainda é reikiana nível II e uma empresária de sucesso no ramo da beleza e estética.

Link da matéria:
http://www.incorporativa.com.br/mostranews.php?id=7880

Autoria e outros dados (tags, etc)

por INESUL às 11:24


Comentários recentes

  • Nino

    Nem todo mundo ama essa prisão corporativa em que ...

  • Felipa Gui

    Sinceramente pra falar a verdade e pra aprender a ...

  • Katherine

    Oi eu tenho uma dúvida, se eu fui aprovado em um p...

  • Saulo

    Sera que os profissionais de RH leram esses coment...

  • Anónimo

    INCRÍVEL QUANDO VOCÊ ESTÁ EM UMA ENTREVISTA CONTAN...