Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Mais sobre mim

foto do autor


calendário

Abril 2012

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930


Pesquisar

 


Vida social é fundamental para sucesso na carreira, dizem especialistas

Sexta-feira, 13.04.12
Por Gladys Ferraz Magalhães | InfoMoney
 
SÃO PAULO - Para ter sucesso na carreira, não basta apenas ter as habilidades técnicas e comportamentais necessárias. Segundo especialistas ouvidos pelo portal InfoMoney, a vida social também pode ajudar a alcançar os objetivos profissionais.
 
De acordo com a especialista em gestão de equipes e pessoas do Ibmec/ RJ, Janaina Ferreira, ter uma vida social ativa, praticando atividades de lazer ou mesmo hobbies, ajuda o ser humano a se equilibrar, o que, consequentemente manifesta-se positivamente na vida profissional.
 
“O equilíbrio potencializa os resultados”, diz a especialista.
 
Aumento de produtividade
O diretor executivo da Bazz Estratégia e Operação de RH, Celso Bazzola, concorda e ressalta que manter atividades de lazer e hobbies no tempo fora da empresa aumenta a qualidade de vida, tendo como resultado uma maior produtividade no trabalho.
 
Contudo, lembra ele, é preciso ter bom senso e não exagerar, pois o excesso pode trazer efeitos contrários para a carreira.
 
No mais, Bazzola explica que cada atividade produz efeitos diferentes na vida profissional. Quem pratica esportes coletivos, por exemplo, acaba melhorando a capacidade de trabalhar em grupo. Já aquele que se dedica às artes, com o tempo, pode se mostrar mais criativo e equilibrado.
 
Os esportes individuais, por sua vez, ajudam a aumentar a concentração, facilitando a manutenção do foco durante o trabalho.
 
De modo geral, avalia o diretor executivo da Bazz, a vida social é fundamental para o equilíbrio, que, por consequência, facilita a conquista dos objetivos profissionais.

Link da matéria:
http://www.infomoney.com.br/carreiras/noticia/2393909-vida+social+fundamental+para+sucesso+carreira+dizem+especialistas

Autoria e outros dados (tags, etc)

por INESUL às 13:18

Equilíbrio e aprimoramento constantes

Sexta-feira, 13.04.12
 
A vida não é uma corrida de 100 metros rasos. É uma maratona. No mínimo uma caminhada. Uma longa caminhada. Aquele que corre afoito, com todo seu gás, talvez até consiga um resultado bom nas primeiras centenas de metros, mas não chega longe. Logo cansa, ou até perde o equilíbrio e cai, pois as pernas não agüentam.
 
Na empresa a coisa não é diferente. Ela existe para existir, para se perpetuar. Os que dela dependem mais querem, é que ela continue a existir. Claro que obter resultado é uma premissa, pois sem ele ela não sobrevive, mas o resultado é uma conseqüência, não uma razão de ser. Todos nós precisamos respirar para viver, mas nenhum de nós vive para respirar.
 
Viver, então, seja para uma pessoa ou empresa, significa, antes de qualquer coisa, entender porque existimos e como devemos caminhar. Principalmente se queremos chegar longe.
 
Olhando em retrospectiva para a vida de empresas bem sucedidas veremos, invariavelmente, que sempre o equilíbrio e o aprimoramento constantes estiveram presentes nestas histórias.
 
Equilíbrio entre o curto e o longo prazo, entre buscar resultado e garantir a perenidade, entre os interesses dos acionistas da empresa e o bem estar de todos os stakeholders, entre as metas e os valores e princípios, entre a ousadia e a consideração, entre a assertividade e a empatia, entre a visão e a prática etc.
 
Da mesma forma, o aprimoramento constante, o famoso Kaizen, é outra condição sine-qua-non para uma caminhada longeva. O hoje tem que ser melhor do que ontem e o amanhã, superar o fizemos hoje.
 
É a lei da vida. Se não, não tem graça.

Link do artigo:
http://www.consultores.com.br/artigos.asp?cod_artigo=796

Autoria e outros dados (tags, etc)

por INESUL às 13:18

Ser e estar apto: um segredo do sucesso profissional

Sexta-feira, 13.04.12

Por Abraham Shapiro | HSM Blog

Aptidão, o que é?

O conceito de aptidão é um dos temas centrais na teoria da evolução. Você já deve ter ouvido a frase: “sobrevivência do mais apto” alguma vez. Na palavra aptidão está contido o conceito relativo à competição pela sobrevivência ou predominância. Na verdade, ela descreve a capacidade de um indivíduo para a reprodução e consequentemente para resistir ao processo de seleção natural.

No dicionário, a palavra “apto” significa: idôneo, habilitado; que possui capacidade natural ou adquirida para realizar algo. Fala-se muito em “estar apto” e “ser apto” especialmente em assuntos de Recursos Humanos, seja na contratação de pessoas, na promoção a novos cargos e funções ou em treinamento e desenvolvimento.

Aptidão é muitas vezes confundida com adaptação. Pela adaptação consegue-se aptidão. Mas aptidão e adaptação não são a mesma coisa.

Friedrich Nietzsche disse em uma de suas obras: “Numa humanidade tão altamente desenvolvida como é a atual, cada um, por natureza, recebe um dote como acesso a muitos talentos. Cada qual tem um talento inato. Mas só a poucos é dado por nascença e por meio da educação o grau de tenacidade, persistência e energia, para que o indivíduo se torne, realmente, um talento, para que, portanto, venha a ser aquilo que é; ou seja, traduza isso em obras e ações”.

Na prática, a aptidão em qualquer área é diretamente proporcional ao treinamento. Uma bailarina que se submete a severos critérios de prática de dança, tende a tornar-se mais apta, e por isso, melhor do que as que não praticam com a mesma rigidez.

Um atleta, idem.

Logo, na vida profissional, a aptidão pode ser igualmente desenvolvida. Um vendedor medíocre poderá tornar-se grande nos negócios, desde que estude e pratique com rígida disciplina a arte e a técnica da venda. Um gestor pode organizar-se pessoalmente, treinar e converter-se em um grande líder orientador e inspirador para a sua equipe e muitas outras.

Tanto para estas como para todas as outras situações da vida, treinar é essencial. Sem treinamento, não existe capacitação. E sem capacitação, ninguém estará apto ao desempenho. Assim, não existirá qualidade, metas atingidas nem competitividade.

Treinar é preciso. E depois: treinar, treinar e treinar.


Link da matéria:
http://www.hsm.com.br/blog/2012/04/ser-e-estar-apto-um-segredo-do-sucesso-profissional/ 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por INESUL às 13:17

Veja as principais escolhas para aumentar produtividade no trabalho

Sexta-feira, 13.04.12

Por Viviam Klanfer Nunes | InfoMoney SÃO PAULO 

 

Para uma carreira de sucesso, os profissionais precisam aprender a tomar decisões da forma mais assertiva possível, manter a concentração e se assegurarem de ter energia suficiente para o desenvolvimento das tarefas. No caso das decisões, o problema é mais complexo do que se imagina. Tomar uma decisão é optar por seguir esse ou aquele caminho, baseado em uma infinidade de variáveis. Gerir corretamente a atenção é conseguir se concentrar independente das milhares formas de interrupções que enfrentamos diariamente.

Em relação à energia, é preciso saber que o trabalho mental gera um cansaço que dura muito mais do que o esforço físico e que é muito mais complicado recarregar essa energia. Ainda, o modelo mais comum de trabalho dos dias atuais, no qual a maioria dos profissionais passa horas do dia sentada, produz um sério problema, que é o sedentarismo e que afeta muito a capacidade cognitiva do profissional. Nesse contexto, em que os profissionais precisam tomar decisões, lutar contra distúrbios de atenção e manter a energia, a empresa global de treinamento e eficácia, Franklin Covey, elaborou um workshop chamado “As 5 escolhas para uma produtividade extraordinária”.

Nesse treinamento são pontuados cinco elementos que os profissionais devem observar para serem mais produtivos. Confira: 1. Agir sobre o importante - o diretor de conteúdo da Franklin Covey, Luciano Meira, explica que um dos principais pontos na busca da máxima produtividade é saber agir sobre as atividades importantes, que não são necessariamente as mais urgentes. Para isso, o profissional precisa criar um senso de prioridade, identificando quais as ações resultarão em algo mais produtivo e focar nelas. As demandas que aparentemente são urgentes normalmente atrapalham os profissionais nesse processo. Um exemplo disso é a enxurrada de e-mails e telefonemas que recebemos a todo momento.

Na prática, o profissional deve ter cuidado para não se deixar distrair por esse tipo de interferência, deixando o que é realmente importante de lado. Uma das atividades importantes para os líderes, por exemplo, é desenvolver os membros de sua equipe, porém, por darem muito atenção às demandas do dia, acabam deixando essa tarefa de lado. Ficar postergando o desenvolvimento da sua equipe para responder as demandas da área é deixar o importante de lado. Isso porque, se ele focasse no desenvolvimento da equipe, teria um time mais produtivo e, possivelmente, menos demandas para resolver. 2. Busque o extraordinário - a segunda atitude do profissional produtivo é buscar o extraordinário e não se conformar com o comum. Para isso, porém, é preciso, antes de mais nada, definir o que é extraordinário. Ou seja, qual o objetivo maior de sua carreira. Quando o profissional tem definidos claramente metas e objetivos e não se conforma com uma carreira comum, se torna mais fácil manter o senso de prioridade. Isso, inclusive, o ajuda a dizer alguns “nãos”, o que será muito importante para sua carreira. Lembre-se de que a maneira mais certa de fracassar é querer agradas a todos. “Ele tem que saber o que quer”, diz Meira. 3. Programe os grandes objetivos - sem um planejamento diário e semanal, os profissionais acabam se perdendo nas tarefas pequenas do dia a dia. É importante, portanto, ter um planejamento para que você não perca o foco daquilo que é prioritário. Esse planejamento não é apenas das tarefas que você precisa fazer durante a semana, mas, sim, um plano de atividades no qual você coloca um item fundamental, que é como fazer melhor o seu trabalho. Ou seja, vai muito além de uma simples listinha com as demandas que precisa entregar.

É um plano muito maior, que considera atividades que o levarão a fazer algo excepcional. 4. Usar a tecnologia a seu favor - e não ser controlado por ela - a tecnologia está aí. Tablets, smatphones e desktops cheios de recursos e aplicativos que, se não forem bem aproveitados, só farão com que você drene seu tempo e sua energia com coisas desnecessárias. “A tecnologia tem que ser uma aliada. Vemos muitos profissionais usando aplicativos de maneira indiscriminada”, diz Meira. Conhecendo mais profundamente os recursos, o profissional consegue com que eles facilitem muito seu dia. No e-mail, por exemplo, é possível criar regras para evitar receber spams e mesmo para que e-mails importantes sejam realçados.

 

A questão é saber utilizar esses recursos. Saber se organizar com tanta tecnologia também ajuda. Segundo Meire, pesquisas já apontam que executivos perdem boa parte do seu tempo procurando onde registraram importantes informações. 5. Alimentar a sua chama anterior - por fim, não podemos esquecer de um item fundamental: a saúde. Para fazer escolhas produtivas e tomar decisões assertivas, o profissional precisa ter energia, saúde e disposição. Se na era industrial quanto mais horas trabalhadas, melhor, na era do conhecimento, as coisas não são mais assim. Aqui, o que importa é a qualidade das escolhas que você toma. Para ser o mais direto e assertivo é preciso saber se recarregar, estar descansado e ter uma vida saudável. Para isso, deve se buscar uma boa noite de sono, entrar em contato com amigos e fazer exercícios. De novo, o sedentarismo interfere fortemente na capacidade cognitiva dos profissionais.

 

Link da matéria: http://www.infomoney.com.br/capacitacao/noticia/2387560-veja+principais+escolhas+para+aumentar+produtividade+trabalho

Autoria e outros dados (tags, etc)

por INESUL às 12:59


Comentários recentes

  • Nino

    Nem todo mundo ama essa prisão corporativa em que ...

  • Felipa Gui

    Sinceramente pra falar a verdade e pra aprender a ...

  • Katherine

    Oi eu tenho uma dúvida, se eu fui aprovado em um p...

  • Saulo

    Sera que os profissionais de RH leram esses coment...

  • Anónimo

    INCRÍVEL QUANDO VOCÊ ESTÁ EM UMA ENTREVISTA CONTAN...






subscrever feeds