Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Mais sobre mim

foto do autor


calendário

Junho 2012

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930


Pesquisar

 


Como potencializar seu plano de carreira usando os mapas mentais?

Quarta-feira, 13.06.12
Por Viviam Klanfer Nunes | InfoMoney
 
SÃO PAULO - Os especialistas concordam que elaborar um bom plano de carreira pode ajudar bastante o profissional a se desenvolver e atingir seus objetivos. Para fazer isso, porém, vale a pena contar com um mapa mental.
 
Na prática, quando decide fazer um plano de carreira, a maioria das pessoas opta pelo modelo tradicional, ou seja, uma lista que contém os elementos-chave para o desenvolvimento profissional e as metas que deseja atingir. Porém, o cérebro humano não trabalha de forma linear, portanto, esse formato é de difícil assimilação.
 
Potencializando o plano de carreira
Para ter um resultado melhor, ao fazer um plano de carreira, o profissional pode elaborar, em vez de uma lista, um mapa mental. Esse mapa se assemelha ao desenho de uma árvore, ou seja, contém um tronco principal e várias ramificações.
 
“O mapa mental se baseia no princípio de radiância, ou seja, trabalha o não-linear”, diz o especialista em mapas mentais Robinson Gessoni. Na prática, uma ideia central irá se ramificar em diversos pontos. Mas como fazer esse mapa mental? Primeiro, escreva no centro de uma folha em branco a ideia central do seu mapa: o desenvolvimento de sua carreira.
 
Imagine, então, uma árvore. O que você acabou de escrever é o tronco. Desse tronco, puxe três galhos. O primeiro serão os seus objetivos de curto prazo (de 1 a 2 anos), o segundo, de médio prazo (2 a 5 anos) e o último, o de longo prazo (5 a 10 anos).
 
Em cada objetivo, puxe outras ramificações, definindo o que você precisa fazer para atingir suas metas. Por exemplo, no objetivo de curto prazo, defina que você quer ser promovido. Para isso, escreva as competências que precisa desenvolver e os cursos que precisa fazer, por exemplo.
 
Cores e figuras
A ideia do mapa é transformar seu plano de carreira em uma figura – fugindo do formato de lista - “é como se fosse uma fotografia dos seus objetivos”, diz o especialista. Além disso, é importante utilizar cores e figuras no seu mapa. Nas metas mais urgentes e importantes, use cores fortes, por exemplo. “Nas metas de curto prazo, use o vermelho, nas de médio, use o laranja e nas de longo, use o azul”, sugere Gessoni.
 
De acordo com o especialista, o cérebro humano funciona da seguinte forma: o hemisfério esquerdo cerebral processa as palavras, enquanto o hemisfério direito processa cores, imagens e símbolos. Assim, ao utilizar todos esses elementos, você estimula mais o seu cérebro. “Esse é o aspecto multissensorial do mapa mental”, diz o especialista.
 
Lembre-se de que o mapa é um recurso bastante pessoal. Então, apesar do exemplo aqui citado, é interessante que o profissional encontre o formato de mapa que mais tem a ver com o seu estilo. Além disso, apesar de podermos contar com os computadores para desenhar o mapa, prefira dispensar os recursos tecnológicos.
 
“Tem que ser feito de forma manuscrita”, sugere Gessoni. Pois é pelo movimento das mãos você ativa mais o seu cérebro, potencializando os benefícios do mapa. Além de trabalhar mais seu cérebro, ao fazer um mapa e não uma simples lista, diz o especialista, “tudo fica impresso na sua mente por mais tempo”. E é justamente por conta disso que você poderá conquistar com maior facilidade seus objetivos.
 
Insights
Ter o mapa impresso na sua mente faz com que você esteja sempre pensando naquelas metas, mesmo sem saber. Por conta disso, quando estiver em um momento de lazer, como em um jogo de futebol ou mesmo no bar com os amigos, você poderá ter insights sobre o desenrolar da sua carreira muito mais frequentemente.
 
Os insights são aquelas ideias extremamente adequadas aos problemas que você têm, mas que surgem sem você estar pensando necessariamente nos problemas. Quando você elabora uma lista simples como plano de carreira, você também está sujeito a ter insights, mas “o mapa mental aumenta absurdamente a frequência dos insights”, diz Gessoni.
 
Isso tudo acontece de forma bastante resumida, porque o mapa mental é muito mais parecido com a forma que o cérebro trabalha do que com uma lista linear.

Link:  http://www.infomoney.com.br/carreiras/noticia/2407995-como+potencializar+seu+plano+carreira+usando+mapas+mentais 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por INESUL às 12:36


Comentários recentes

  • Felipa Gui

    Sinceramente pra falar a verdade e pra aprender a ...

  • Katherine

    Oi eu tenho uma dúvida, se eu fui aprovado em um p...

  • Saulo

    Sera que os profissionais de RH leram esses coment...

  • Anónimo

    INCRÍVEL QUANDO VOCÊ ESTÁ EM UMA ENTREVISTA CONTAN...

  • Anónimo

    Fui em uma empresa para uma entrevista uma certa v...