Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Mais sobre mim

foto do autor


calendário

Outubro 2012

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031


Pesquisar

 


Cliente: uma consultoria gratuita. Como uma reclamação pode dar destaque ao seu trabalho?

Quarta-feira, 10.10.12
Por Breno Costa* | Comunidade Mais
 
Alguns clientes são “chatos” sim. Ainda bem.
 
É muito comum vermos profissionais de ouvidoria, gestores, atendentes e até mesmo diretores de empresas se enfadando com as reclamações de seus clientes. O que esses profissionais não pensam é que, quando o cliente reclama, ele está justamente demonstrando um ponto fraco da empresa. É uma consultoria completamente eficiente e grátis!
 
É importante que qualquer profissional, ao receber a reclamação, se coloque no lugar do cliente. Esse é um clichê, mas ainda pouco praticado. Uma premissa básica da comunicação: quando uma pessoa não entende o que você disse, provavelmente o problema está com você. Ou seja, se um cliente não entendeu como se utiliza seu serviço ou produto, ou não sabia de uma informação “óbvia” e por isso está reclamando, pense que ao lançar esse produto ou serviço você deveria conhecer melhor o contexto do seu cliente e prever dúvidas, questionamentos e usos incorretos.
 
Todas as reclamações são informações importantíssimas, pois mostram como o cliente pensa. Portanto, isso não pode ficar “parado” na recepção. Todos da empresa devem estar atentos às reclamações dos clientes. Isso não é papel só do SAC ou da ouvidoria. A seguir, veja o que você, em cada cargo além do SAC, pode fazer com as reclamações:
 
- Vendedores e recepcionistas: são profissionais importantíssimos, pois estão cara a cara com o cliente, ouvem todos os detalhes das reclamações. Vendedores e recepcionistas costumam saber mais do produto/serviço do que a produção ou do que os diretores da empresa. Se você se encaixa nesse perfil, capte e filtre as informações e dê sugestões de melhoria aos seus superiores. Quem sabe sua ideia não possa lhe render uma posição de destaque para posterior promoção?
 
- Supervisores e Gerentes: se for o seu caso, tente criar mecanismos para que as reclamações sejam registradas, tanto quantitativamente (em formulários de pesquisa), quanto qualitativamente. Essas informações compiladas devem ser discutidas em grupos de melhoria com outros gestores e as proposições de soluções dos problemas encaminhadas à diretoria.
 
- Diretores: devem sair de trás das mesas e andar pela organização, tentando utilizar o olhar do cliente. Devem receber as reclamações livres de preconceitos e com a mente completamente aberta para aceitar sugestões de melhoria, porém, com olhar crítico. Além disso, é papel fundamental da alta direção incentivar a cultura da ouvidoria dentro da organização.
 
Por fim, o cliente só tem razão quando ele tem a razão. Se verificado que realmente a reclamação do cliente está sem fundamento, é importante que a empresa seja verdadeira e diga o que realmente pensa a respeito da situação. Mesmo que o cliente não seja atendido determinada vez, a empresa criará laços sustentáveis baseados na verdade. Uma mentira para agradar agora pode criar um desagrado maior no futuro.
 
 
*Sobre o autor: Breno Costa é graduado em Comunicação Social - Gestão de Comunicação Integrada com habilitação em Relações Públicas e MBA em Gestão Estratégica de Marketing. Geriu a assessoria de comunicação e marketing de um grande hospital por mais de 2 anos e atualmente presta serviços sob a marca DNA Consultoria, com foco em pequenas e médias empresas. Siga no twitter: @ConsultoriaDNA e curta no Facebook: ConsultoriaDNA.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por INESUL às 12:26


Comentários recentes

  • Nino

    Nem todo mundo ama essa prisão corporativa em que ...

  • Felipa Gui

    Sinceramente pra falar a verdade e pra aprender a ...

  • Katherine

    Oi eu tenho uma dúvida, se eu fui aprovado em um p...

  • Saulo

    Sera que os profissionais de RH leram esses coment...

  • Anónimo

    INCRÍVEL QUANDO VOCÊ ESTÁ EM UMA ENTREVISTA CONTAN...